Simbologias da Âncora - Colar Masculino Âncora

Simbologias da Âncora
Para os marinheiros, a âncora é o último refúgio, ou seja, a esperança na tempestade e, por esse motivo, simboliza também o conflito entre o sólido (a terra) e o líquido (a água). Diante disso, O conflito precisa ser resolvido para que a terra e a água, juntas, fecundem em harmonia. Há uma outra representação que separa a âncora em duas partes: o semi-círculo virado para cima (o mundo espiritual) é coroado pela cruz da matéria, que representa a existência real e contínua no mundo material. Essa combinação cria a cruz da escora, um símbolo da esperança do tempo no qual os cristãos do império romano tiveram que praticar sua religião em segredo por causa das perseguições.









ESTE MODELO VOCÊ ENCONTRA NA LOJA ONLINE EMPÓRIO MASCULINO



ESTE MODELO VOCÊ ENCONTRA NA LOJA ONLINE EMPÓRIO MASCULINO


ESTE MODELO VOCÊ ENCONTRA NA LOJA ONLINE EMPÓRIO MASCULINO


ESTE MODELO VOCÊ ENCONTRA NA LOJA ONLINE EMPÓRIO MASCULINO


ESTE MODELO VOCÊ ENCONTRA NA LOJA ONLINE EMPÓRIO MASCULINO


ESTE MODELO VOCÊ ENCONTRA NA LOJA ONLINE EMPÓRIO MASCULINO


ESTE MODELO VOCÊ ENCONTRA NA LOJA ONLINE EMPÓRIO MASCULINO


ESTE MODELO VOCÊ ENCONTRA NA LOJA ONLINE EMPÓRIO MASCULINO


Em contos marítimos mediterrâneos, a âncora simbolizava diversos deuses dos mares: Netuno: Deus Romano do mar, criador de tempestades e terremotos. Amphitrite: Deusa Grega dos mares (e ninfa), protegia os marinheiros e dava a luz à golfinhos. Poseidon: Deus Grego dos mares, temperamental, rebelde e com um tridente usado para proteger todos os habitantes do mar. Tritão: Divindade Grega do Mar, meio homem, meio peixe. Um golpe de sua concha pode alternar o mar entre calmo ou tempestuoso. Rán: Antiga Deusa Norsa (mitologia escandinava), com sua aparencia marcada por estar puxando âncoras, um presságio de mau tempo e/ou mares tempestuosos. Varuna: Deusa Hindu dos oceanos, capaz de tornar os nobres em imortais. Aqueles que morriam no mar repousavam sob seus cuidados.

Postagens Blog